Um clipe do John Mayer criado inteiramente com o Draw Something

(Via: Brainstorm9)

Aprovado e divulgado pelo próprio John Mayer em seu blog, aqui está um clipe criado com o popular game “Draw Something” da Zynga.

É para a música “Queen of California”, em produção do estúdio Brainbowinc.

Não é um vídeo oficial, mas poderia ser. Fácil. Ainda mais para aqueles viciados em Draw Something que não tiram o dedo do celular.

Adorei ♥ achei super fofinho e a musica bem gostosinha!

Como seriam os anúncios do Facebook, Twitter e Goog+ na época da Segunda Guerra

O designer Aaron Wood criou uma série de cartazes retrôs lembrando a época da Segunda Guerra Mundial. Neles estão ilustradas as três principais rede socias do momento que é o Facebook, Twitter e o Google+. Confira as ilustrações abaixo:

Muito Bons!

Guarda-Chuvas super criativos e inovadores

Quando vamos comprar um guarda-chuva, a beleza não é um dos principais itens na decisão da compra. Olhamos o material, se ele vai resistir aos intensos ventos, principalmente aqui em Floripa, enfim, a funcionalidade está em primeiro lugar. Porem foram lançados alguns guarda-chuvas com objetivo de proteger ainda mais da chuva, do que os convencionais, além de serem super criativos e inovadores. Tanto por seus desenhos, formato e tamanho.
Achei esse amarelo tãoooo gracinha!

Curtiram?

Coleção de roupas da Apple!

Dá pra acreditar que a empresa de Steve Jobs já se aventurou no mundo fashion?

Pois é, a Apple já lançou suas coleções de roupas esportivas e sociais, passando também pela moda infantil. Tudo extremamente colorido e com logos enormes. Pode não fazer sucesso nos dias de hoje, mas nos anos 80 com certeza!


E aí? Curtiu?

20 razões para usar o Google +

Instagram às vezes parece vitrine de petshop, vitrine de loja de cupcake, vitrine de loja de sapatos.
Pinterest só é legal se você for linda, estilosa e descolada.
Path é bonito, mas eu não estou a fim de dizer a hora em que acordei.
Foursquare é tentação do diabo para quem luta contra o estigma de estauquer.
Twitter ficou tão ácido e chatinho que ao entrar você não sabe se sente azia ou vazio.
Facebook tenta melhorar, permite que evitemos ver atualizações de gente que não queremos acompanhar, mas insiste em páginas patrocinadas de celebridades que não têm muito o que dizer. E ainda tem a linha do tempo… Francamente.
E como os bons tempos do Orkut moleque, de comunidades de cabras que não voavam, do homem que mudou de filo e da semiótica pornô não voltarão, tem gente que começa a olhar com mais, digamos, ternura para a nova e ainda não bombada tentativa do Google nas redes sociais. Sim, aquele Google + lá.
O site Infographic Labs listou 20 bons motivos. Entre eles: é melhor para os negócios, integração ponta firme com os serviços do Google (claro, como não pensei nisso!), busca com nível Google de excelência (e, realmente, a do Face é sofrível), configuração fácil de privacidade… E, claro, os círculos, que são ótimos.
Logo que foi lançado, o Google + parecia ser a rede social ideal para quem odeia rede social, pois nada acontecia nele. Será que agora vai?
Veja o infográfico do Infographic Labs

Via: Superinteressante

Grubwithus: uma rede social para fazer amizade e jantar com desconhecidos

Não faltam exemplos de redes sociais espalhadas por aí. Todo mundo conhece os clássicos Facebook, Twitter, Orkut e pelo menos já ouviu falar de nomes como LinkedIn, Google + ou, do ano passado pra cá, Pinterest. Mas e de uma rede social para quem quer deixar de ser #foreveralone e conhecer uns amigos e sair para jantar, você já ouviu falar? Não? Então conheça o Grubwithus.
Criado nos Estados Unidos, o site (cujo nome significa algo “Coma com a gente”) tem, como principal objetivo, estimular o que chama de jantar social: uma oportunidade para conhecer gente nova ao compartilhar um bom prato de comida.
Para participar, basta fazer um cadastro rápido e checar a lista dos convites para refeições que estão em aberto. Se as opções existentes – ofertas que vão de grupos de empresários e chefs de cozinha a gente solteira procurando companhia – não agradarem, basta criar outra reunião no restaurante de sua preferência. Ah! Para não receber convidados bizarros, uma dica interessante é focar o encontro em grupos de interesse comum, como comida vegetariana ou churrasco, por exemplo.
É claro que marcar um jantar com gente desconhecida parece estranho, mas a verdade é que a ideia já alcança algum sucesso. Lançado em 2010, o projeto começou a decolar em 2012 e, agora, já recebeu 5 milhões de dólares de investidores interessados no negócio (a empresa lucra com uma pequena taxa que os participantes pagam para reservar, antecipadamente, um lugar à mesa).
No momento em que este post foi escrito, o grupo intitulado “Brasil” tinha apenas 9 participantes. Pouco, é verdade, mas quem sabe a novidade não seja um ~prato cheio~ pra encontrar alguém com gostos parecidos com o seu?

Se interessou? Então acesse o site www.grubwithus.com

Via: Superinteressante

Escritório da LEGO na Dinamarca

Quem nunca brincou, ao menos uma vez, com os blocos coloridos mais famosos do mundo? LEGO é um dos brinquedos mais presentes na infância da maioria das pessoas e eu sempre quis conhecer como funcionava o outro lado da história, o lugar aonde são desenvolvidos os projetos, os layouts e os designs dos brinquedos. Pois bem, aqui está: LEGO PMD, o escritório da LEGO, na Dinamarca.

O projeto é do escritório de arquitetura Rosan Bosch & Rune Fjord, na qual criaram em um ambiente física um espaço lúdico que permite aos adultos sentirem como crianças. A ideia é transmitir a sensação de brincadeira, diversão e estimular a criatividade. Trabalhar no LEGO PMD tem de ser divertido.

Unindo conceitos como diversão, unidade, criatividade, imaginação, inovação e sustentabilidade como base do projeto os arquitetos foram capazes de recriar o universo lúdico em um ambiente sério de trabalho. Confortáveis e estimulantes, os espaços favorecem a troca de ideias entre os colaboradores e designers.

A criatividade para compor os ambientes era livre que os arquitetos colocaram um tobogã prateado, que leva ao primeiro nível, conectado a uma passarela revestida em estofado azul, similar a uma grande nuvem.

Eu adoraria ter a oportunidade de passar alguns dias trabalhando nesse escritório!